Água do banheiro

No Blog Action Day 2010, o tema é água. Como vocês podem reparar, tenho postado bem pouco aqui. Mas as ideias sempre aparecem, especialmente quando passo em alguma calçada e vejo gente que ainda usa mangueira para lavar calçada, penso: tenho que falar sobre isso no blog, mas nunca falo.

Chegou a hora, portanto, de mencionar uma campanha sobre a qual há tempos eu quero escrever: Xixi no Banho (eu sei, notícia velha, mas não custa reforçar). O objetivo é simples: invés de usar o vaso sanitário e dar descarga, gastando 12 litros de água potável para mandar o xixi embora, deixar ele escoar pelo ralo na hora de tomar banho. Imagine todo mundo economizando uma descarga por dia? Milhares de litros de água poupados e à disposição para bebermos.

Aliás, o xixi é composto por 95% de água e o restante de substâncias diluídas como ureia e sal. Não tem nada de nojento e insalubre, mas é bom esvaziar a bexiga logo no início do banho (que não pode ser demorado, né, gente).

Na verdade, não entendo por que usamos água potável, tratada, a mesma que sai da torneira para cozinhar, na descarga. Por isso, alternativas para esse fim são muito bacanas. A captação de água de chuva é uma delas. O sistema inclui calhas instaladas no telhado que levam a chuva para um tanque ou uma cisterna depois de passar por um processo de filtragem de resíduos, podendo aí ser reaproveitada nos jardins e na rede de esgoto. Outra ideia legal é a instalação de uma válvula de descarga com dois botões, um para o número 1, que despeja menos água que o botão para o número 2.

Uma das opções de válvula ecológica disponível no mercado, que economiza até 40% de água em relação à convencional.

O negócio é esse aí, buscar maneiras para diminuir o desperdício desse recurso tão essencial. Há coisa melhor do que tomar um copão de água quando estamos com sede? Vamos fazer a nossa parte, seja em atitudes simples ou mais estruturais, e olho na sociedade, nas indústrias e no poder público para que todos façam a sua.

Anúncios

2 comentários sobre “Água do banheiro

  1. Legal o post, Pat!
    Sabe que o Mabel é o maior controlador de água? Até me irrita quando estou lavando louça, pois quer que eu feche a torneira e não consigo lavar com pouca água e é raro ele encarar a louça. Tomara que a indústria de válvulas sanitárias popularize as opções de descarga com mais e menos água, só em shopping vi isso. Também já vi em um condomínio um piso diferente nas áreas comuns para reter a água da chuva em uma sisterna e depois usá-las nos jardins. Quanto ao xixi no banho, concordo com você, não tem nada de nojento. Alías, a pessoa está no banho e qualquer resíduo vai pelo ralo.
    Beijos…..

  2. Paty,
    tem toda a razão. Mas xixi no banho eu tenho minhas dúvidas. Pode até ser composto por 95% de água, mas imagina o cheiro que não fica se todo mundo de casa fizer a mesma coisa? Não sei!
    quanto essas válvulas para descarga eu já vi em lojas de materiais de construção. Elas são bacanas, mas ainda caras.
    Valeu pelas dicas!
    bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s