Respeito é bom

Hoje é Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher. Uma data para reflexão sobre o que é a tal da violência contra a mulher.

É o ato de empregar força física? Sim! Mas, é também intimidar moralmente, discriminar, oprimir. Infelizmente, nada disso é novidade para as mulheres. Algumas são filhas, mães, esposas e provedoras do lar, verdadeiras heroínas. Outras, apenas filhas, apenas mães, apenas esposas, apenas provedoras do lar. No entanto, todas mulheres, como eu, como você, como sua mãe ou sua avó, que têm direito à individualidade e às vontades respeitadas.

Por isso, a premissa para essa luta é o respeito. A partir do momento que respeitarmos o próximo, independente de cor, sexo, religião e ideologia (é até clichê falar isso), muitos dos problemas do mundo não existiriam.

Para conhecer um pouco mais da causa, divido aqui dois textos interessantíssimos e esclarecedores: 

– o primeiro, de autoria da @cozinhamatilde, fala sobre as irmãs Mirabal e a Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres;

– o outro, da @pri_valdes, conta a história de Maria da Penha, mulher que deu nome à lei especial contra a violência doméstica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s